Dando um trato nas lentes antigas.

6 12 2010

Oi pessoas.
Faz um tempo que não posto nada mas é o ritmo desse final de ano que acaba me colocando pra trabalhar como um doido.
Hoje vou falar um pouco sofre como podemos dar um “tapa” no visual de lentes antigas.
Eu tenho um pequeno conjunto de lentes manuais antigas, a maioria Takumar e apesar do excelente estado das lentes sobretudo o conjunto ótico, elas apresentavam sinais naturais de desgaste.

Então resolvi tentar uma abordagem que é a mesma usada para um serviço de pintura automotiva: Limpar bem a peça, lixar algumas imperfeições, empapelar as áreas que não podem ser pintadas e tacar tinta na peça.
Olha só como fica a lente antes de ir para a pintura:

Empapelei com muito cuidado a lente com fita crepe e fiz questão de não deixar possíveis áreas móveis expostas. É que a lente é composta de muitos anéis que giram como os de foco e o de exposição e se não isolarmos bem essas áreas, corremos o risco da tinta penetrar por dentro desses anéis e ao secar acaba “colando” essas peças. Imagina achar que tá tudo lindo e na hora de girar o foco perceber que o anel tá colado?

A tinta que eu escolhi pra essa tarefa é a da marca Colorgin que se mostrou excepcional tanto na rapidez da secagem quanto ao acabamento final. Recomendo!

O resultado final me agradou demais. As lentes ficaram com um ar “rejuvenescido” e com o acabamento muito semelhante ao original, tanto que as partes que não foram pintadas não ficaram diferenciadas das que foram pintadas.

Uma das partes mais chatinhas de recuperar são as inscrições em baixo relevo que nessas lentes antigas estão por toda a parte.
Para isso eu testei uma técnica que funciona muitíssimo bem e de custo muito baixo. Usei simplesmente um corretor líquido.
Na primeira vez que fiz uma recuperação dessas inscrições eu usei giz de cera branco mas era muito demorado e com resultados nem sempre muito bons. Com o corretor líquido tudo fica mais fácil e eficiente.
Nesse exemplo eu vou mostrar como era um filtro UV que já estava com o baixo relevo apagado e como ficou depois de recuperado.
Eis o filtro:

Foi só pegar o corretor, agitar bem e aplicar até que o líquido penetre no baixo relevo cobrindo toda a inscrição.

Assim que ele seca é só aplicar um pano úmido e esfregar repetidamente até que apenas o baixo relevo fique evidenciado com o corretor aplicado. Algumas vezes podem aparecer falhas e para isso basta aplicar novamente até que toda a inscrição fique preenchida.

É simples e muito eficiente.
Seguindo esses cuidados e sobretudo respeitando os prazos para a secagem completa da tinta, os resultados são excelentes e mesmo lentes antigas como essas acabam valorizando o visual da própria câmera.
Olha só a minha XTi com jeitão “vintage” com a minha Super Takumar GA reformada.

Então é isso. Uma ótima semana a todos!

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: